Seguro Prestamista: o que é e como funciona?

Compartilhe

Se tem um sentimento melhor que proporcionar segurança a nossa família, desconhecemos! Por isso, nosso o tema é seguro prestamista.

Se você não sabe que tipo de seguro é esse, pense nele como um tipo de seguro de vida. Seu objetivo é amparar o capital de empréstimo que você faz em uma instituição financeira. Por exemplo: quando você solicita um empréstimo e a instituição financeira oferece o seguro como meio de proteção deste valor. Então, caso ocorra algum acidente com você que cause morte ou invalidez total, a seguradora quita a sua dívida com a instituição que fez o empréstimo.

Além disso, o seguro fica ativo durante o contrato do empréstimo, mas uma vez que encerra esse contrato, seja por liquidação ou por fim de vigência sem ocorrência de sinistro, encerra-se também o seguro.

Contudo, você quer saber sobre reembolso, certo? Ele só ocorre em caso de cobrança indevida. Diante disso, a seguradora pode chegar à decisão de reembolso após análise. Outra questão, não existe um valor pré-estabelecido quando se trata de seguro, vai depender do caso e contrato.

O processo acontece da seguinte forma. Quando você contrata um empréstimo, preenche uma Declaração Pessoal de Saúde. Após a seguradora receber a declaração, inicia-se o processo de análise de risco, podendo aceitar ou recusar. Normalmente, para aceitação, a análise não considera doenças pré-existentes, mas você precisa estar em boas condições de saúde, não ser fumante e estar com o IMC equilibrado.

Você também pode gostar: Os diferentes tipos de cobertura de seguro auto e como escolher o ideal para você

Qual é o real benefício do Seguro Prestamista?


Quando falamos em benefícios, avaliamos a segurança da família como primordial. O seguro prestamista garante que sua família não herdará dívidas, como de empréstimo. Então, podemos dizer que o maior benefício é a tranquilidade de saber que sua família estará livre da responsabilidade de pagar um empréstimo na sua falta ou incapacidade. Proporcionando a estabilidade financeira dela em um momento tão singular.

Agora, sobre os beneficiários do seguro, o primeiro sempre será a instituição financeira que emprestou o valor. O segundo beneficiário será a pessoa indicada por você em contrato. Portanto, o maior objetivo do seguro será quitar a sua dívida com a instituição financeira. Caso a dívida seja menor que o valor da indenização, o saldo restante será direcionado ao segundo beneficiário que você indicou no contrato.

Leia também: Seguro prestamista: o que é e vale a pena contratar?

VALE LEMBRAR!


Para você fazer um empréstimo ou financiamento, não é obrigatório contratar o seguro prestamista. Entretanto, a instituição financeira poderá te oferecer para garantir maior segurança a sua família, para o caso da sua falta ou incapacidade. Contudo, se adiante, você desejar cancelar o seguro, pode fazê-lo a qualquer momento. Mas, ciente que não haverá estorno do valor pago no período que ficou sob a cobertura do seguro.

Mais uma informação importante de você saber é referente à cobertura. O seguro prestamista só garante a quitação da dívida em caso de morte ou invalidez permanente total por acidente, somente nessas características. Além disso, para cada empréstimo é necessário um seguro, ou seja, se são dois empréstimos, são dois seguros. Certo?

Pense nessa opção! Converse com seu gerente e fique em paz durante o pagamento do seu empréstimo.

E aí, gostou do nosso conteúdo? Assine nossa newsletter para receber em seu e-mail os próximos posts e compartilhe no WhatsApp, Facebook ou LinkedIn.

Assine e receba conteúdo exclusivos no seu e-mail

Siga-nos nas redes sociais

Leia também